Depois de muitos temores, o Governo do Estado São Paulo não promoveu nenhuma nova restrição para o setor de eventos nesta quarta-feira (12).

Ao invés de proibições, o governo trouxe em sua coletiva de imprensa recomendações para os municípios do estado, cabendo a cada prefeitura acatar – ou não – os aconselhamentos.

Entre as novidades está a sugestão de redução de 30% da capacidade de público em eventos musicais e esportivos, festas, shows e atividades que gerem aglomeração.

Ou seja, ao invés dos 100% que estavam autorizados, a capacidade nova sugerida passa a ser de 70%.

“A recomendação vale para eventos públicos e privados. É uma recomendação porque entendemos que os municípios têm situações e enfrentem realidades diferentes. Temos que deixar que o município possa legislar de acordo com a sua situação epidemiológica”, afirmou João Gabardo, coordenador executivo do comitê científico de combate à pandemia do Estado de São Paulo.

De acordo com Gabardo, a recomendação não é definitiva, com a situação sendo avaliada semanalmente e adequada as diferentes situações.

As recomendações, destinadas a eventos como festas, shows e eventos esportivos, são:

– Uso obrigatório de máscaras (que ainda será mandatória em todo o estado até 31 de março)

– Disponibilização de álcool gel

– Apresentação do esquema vacinal completo

– Redução de 30% da capacidade de público em eventos musicais e esportivos, festas, shows e atividades que gerem aglomeração de acordo com a realidade local.

Vale ressaltar que desde 10 de janeiro a prefeitura da cidade de São Paulo passou a exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19 para todos os eventos realizados na capital.

O Secretário Municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirmou que o passaporte da vacina será necessário enquanto o número de novos casos da variante Ômicron continuar a subir.

A capital paulista já exigia o comprovante para eventos com mais de 500 pessoas desde setembro de 2021.

Fonte: Portal Radar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *