Presente de celulares a carros, os scanners 3D, com tecnologia LiDAR, se destacaram ao automatizar processos e viabilizar a transformação digital em diversos setores da economia.

De acordo com a Research Dive, empresa de pesquisa de mercado, a projeção da taxa de crescimento do mercado de sensores 3D cresceu 200 milhões de dólares em decorrência da pandemia. Segundo Guilherme Stella, fundador da TrackFY, empresa especializada em soluções de mapeamento tridimensional para os segmentos médico, de construção e mineração, e que registrou um crescimento na demanda pelos sensores 3D LiDAR de 68% em 2021,”a tecnologia é disruptiva, pois permite um mapeamento digital 15 vezes mais rápido do que métodos tradicionais, conforme demonstra estudo desenvolvido pelo Center for Advanced Construction Information Modeling, da Universidade da Flórida”.

Stella lembra: “o LiDAR possibilita aferir medidas corporais em segundos, determinar dimensões arquitetônicas em minutos e calcular o volume de uma montanha inteira, por exemplo, em poucas horas”. Para o gestor, o crescimento na demanda pelos sensores 3D se deve a necessidade das empresas em otimizar a equipe em campo e automatizar processos, já que as mesmas viram seu efetivo ser reduzido ao longo da pandemia.

“Além disso, esta tecnologia é o que viabiliza a tão falada automação veicular. O LiDAR mapeia com rapidez, precisão e em tempo real a movimentação de objetos e pessoas ao redor do carro, possibilitando que o sistema de assistência de direção ao motorista tome decisões como corrigir a trajetória ou até mesmo parar o veículo caso seja necessário”, enfatiza Guilherme.

Segundo a Cepton, líder global em produção de LiDARs de alta performance, recém listada na Nasdaq e representada na América Latina pela TrackFY, essa tecnologia pode representar uma oportunidade de mercado de 50 bilhões de dólares até 2030.

De acordo com o estudo “Covid-19 e o futuro dos negócios”, realizado pela IBM, seis em cada dez empresas estão aceleraram seus projetos de digitalização e 51% dos executivos planejam priorizar ações desse tipo nos próximos dois anos. Outro levantamento, realizado pelo Fórum Econômico Mundial, aponta que novas tecnologias possuem não apenas um potencial para aumentar eficiência, mas conseguem também reduzir custos em até 30% em qualquer operação.

Como funciona essa tecnologia na prática?

O LiDAR (Light Detection and Ranging) é um sensor 3D de luz pulsada que, além de aferir distâncias, também consegue medir volumes com precisão e rapidez, por meio de seu laser. Presente em celulares, scanners 3D, tablets, drones e até mesmo em carros, o sensor pulsa e capta uma média de 300 mil a 1 milhão de pontos por segundo. O feixe de luz laser rebate na superfície à sua frente e o LiDAR cria um mapa digital tridimensional do ambiente ou objeto escaneado.

O segmento de construção é um exemplo de como é possível acelerar exponencialmente um processo por meio do mapeamento tridimensional LiDAR, associado à automatização dos dados. Tradicionalmente, os profissionais deste setor costumam fazer o levantamento arquitetônico a partir de trenas ou laser. Com as medidas em mãos, eles seguem para suas pranchetas ou computadores para desenhar o projeto técnico em 2D ou 3D, o que normalmente leva semanas.

Hoje, com LiDAR, o profissional faz o levantamento diretamente já no próprio tablet ou celular, a partir de um processo parecido com uma filmagem, o scanner então processa as informações no próprio local e, em poucas horas, o profissional recebe a planta 3D com todos os dados técnicos em seu e-mail. Veja AQUI como funciona. Os profissionais das áreas: médica, agricultura e mineração também tem a mesma tecnologia a mão para conferir mais precisão e otimizar seus processos.

Com os scanners 3D, hoje cirurgiões plásticos conseguem digitalizar seus pacientes em segundos e simular, na própria consulta, como ficará o procedimento estético. Agora, ortopedistas conseguem levar seus scanners em qualquer lugar e digitalizar o corpo inteiro de seus pacientes em minutos. Com o LiDAR, produtores de Eucaliptos podem medir as bitolas das árvores, de fazendas inteiras e em poucas horas, automaticamente, acoplando o sensor 3D a drones.      

Sobre a TrackFY

A TrackFY é uma empresa brasileira especializada em soluções de mapeamento e rastreamento tridimensional para os segmentos de saúde, construção, engenharia reversa, mineração e topografia, além de automação automotiva. Com mais de 300 clientes, entre eles empresas como Andrade Gutierrez, Loft, CNH Industrial, Concremat, AACD e Tecfit, a empresa é uma das líderes nacionais em vendas de sensores 3D de pequeno porte e representa com exclusividade na América Latina alguns dos maiores fabricantes mundiais no desenvolvimento de tecnologia para digitalização 3D, como Occipital Inc., Gexcel e Cepton.

Saiba mais em:  www.trackfy.tech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *