Com o retorno dos cruzeiros à costa brasileira após um decreto dos ministérios da Saúde, Justiça, Infraestrutura, Turismo e Casa Civil, o setor encontra-se em um momento de felicidade e também inovação, já que para receber novamente os viajantes com chave de ouro é preciso apostar em grandes atrativos. E para sabermos sobre as novidades dessa indústria, conversamos com Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos).

Sendo uma entidade global com sede em Washington (EUA) e com 14 escritórios espalhados por todo mundo, a Clia trabalha em conjunto com mais de 10 mil agências de viagens associadas, 56 companhias de cruzeiros (42 de oceano e 14 de empresas fluviais) e 356 associados executivos; uma parceria que fomenta a geração de empregos.

“Temos 276 navios de oceano e operamos em mais de mil portos em todo mundo. Assim, temos o impacto econômico em torno de R$ 156 bilhões de dólares e uma geração de mais de cem mil de empregos”, destaca Marco Ferraz, relembrando o saldo positivo antes da pandemia.

A retomada

De acordo com o Ministério do Turismo do Brasil, a retomada dos cruzeiros deverá gerar cerca de 35 mil empregos e injetar R$ 2,5 bilhões na economia nacional, número 11% maior do que o registrado na última estação, realizada em 2019/2020.

Começa a construção do Seven Seas Grandeur

E com os cruzeiros de volta aos mares, turistas e empresários precisam se adequar aos protocolos de segurança, que, de acordo com Marco Ferraz, acabam sendo parecidos em todo o mundo. As principais medidas são: teste de Covid-19, imunização completa, uso de máscara, higienização constante e ocupação reduzida.

Quer saber mais sobre a Clia Brasil e a retomada dos cruzeiros pelo mundo?

Confira a entrevista completa através do Seu Podcast de Turismo, nas plataformas Spotify, Google Play e Apple

Podcast: Play in new window | Download

Subscribe: Google Podcasts | Spotify | RSS

Brasil Travel News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *